Jovem Aprendiz Correios 2020

Ser um Jovem Aprendiz é uma oportunidade de ouro para aquelas pessoas sem muita confiança em levar adiante ou não a carreira profissional.

Para outras, pode ser uma oportunidade de renda extra ou, ainda, uma forma de ingresso para um emprego fixo mais tarde, a depender do trabalho e unidade.

Mas, de modo geral, trata-se de um programa para estimular o ingresso de jovens ao mercado de trabalho de alguma forma, incentivando-os através de um curso técnico ou breve experiência.

A ideia é que quem participe do programa não abandone seus estudos, mas, os mantenha e receba pelo seu esforço que, mais tarde, possa vir a ser melhor recompensado.

Para tornar isso possível, a legislação prevê direitos e até regras específicas para que as empresas façam contratações justas entre estagiários e pessoas qualificadas.

Além disso, o programa não atinge apenas a maioridade como muitos devem pensar, levando em consideração o tipo de trabalho.

Podem participar aqueles com no mínimo 14 anos. Isto é: aqueles que já podem fazer a solicitação e retirada de uma Carteira de Trabalho.

O que é o Programa Jovem Aprendiz?

Sesi Juína abre seleção para vagas do projeto 'Jovem Aprendiz'

Jovem Aprendiz Correios 2020 (Foto: Reprodução JNA Notícias)

 

O Programa Jovem Aprendiz surgiu em meados de 2000 pela Lei da Aprendizagem.

Foi um projeto inicialmente criado para “matar dois coelhos numa cajadada só”. Isto é: dar mão de obra bruta às empresas e desenvolver ou criar, a bel prazer, mão de obra especializada em determinado assunto, além de fornecer experiência de trabalho para os menores.

O objetivo principal do projeto foi estimular a busca pelo emprego precocemente – a fim de injetar dinheiro na economia – e oferecer capacitação profissional no processo.

Sendo assim, medidas foram necessariamente criadas para desenvolver um ambiente que pudesse trazer esses resultados importantes, tais como:

  • Registro em Carteira de Trabalho: regime CLT com validade de até 2 anos;
  • Jornada de Trabalho Reduzida: em prol dos estudos, o Jovem Aprendiz poderá trabalhar entre 20 e 30 horas semanais, sem afetar seus horários de aula;
  • Saldo de salário: variável de acordo com a função;
  • 13º Salário (integral/proporcional);
  • Férias+1/3 (integral/proporcional); e
  • FGTS (saque).

 

Por isso, não é incomum que o programa seja visto como uma espécie de estágio que também pode servir mais tarde como critério de avaliação ou ingresso para um empresa, já que o regime de contratação do Jovem Aprendiz é especial e não pode ser estendido.

Mas, independente de crise ou não, é fato que diversas empresas buscam por mão de obra – bruta e especializada – para desempenhar funções diversas.

Sendo assim, a contratação de Jovens Aprendizes ainda é bastante extensa e a procura só aumenta com o passar do tempo por ser mais vantajoso às empresas buscar por esse tipo de serviço.

Todos os anos, empresas famosas como a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil ou até os Correios criam programas vantajosos de remuneração justa.

Por isso, é sempre bom se atualizar e buscar por editais importantes, já que eles nunca têm uma data específica de divulgação anual.

Oportunidade: Seja um Jovem Aprendiz dos Correios em 2020

Inscrições para Jovem Aprendiz dos Correios termina nesta segunda ...

Jovem Aprendiz Correios 2020 (Foto: Reprodução Correios)

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) está sempre em busca de novos talentos para trabalhar dentro e fora das unidades.

Como prova disso, em decorrência dos problemas relacionados ao Coronavírus, a Estatal divulgou uma prorrogação das suas inscrições até o dia 29 de maio de 2020.

Inicialmente, as inscrições começariam dia 30 de março e se encerrariam 31 de abril de 2020. No entanto, como os quadros de isolamento social foram impostos e medidas sanitárias foram reforçadas, houve a nova prorrogação.

A oportunidade vai para jovens entre seus 14 e 22 anos e os benefícios incluem meio salário (R$490,83), vale alimentação, vale transporte e a assinatura da Carteira de Trabalho em regime CLT como primeiro emprego.

Estima-se que a carga horária seja de 20 horas semanais, mas, de acordo com o edital, tudo vai depender da função e nível de escolaridade do jovem aprendiz.

Afinal, quem está próximo de concluir o ensino médio ou o finalizou pode trabalhar até 8 horas semanais – com remuneração de acordo.

Para participar, é necessário estar cursando o 6º ano do ensino fundamental como requisito mínimo, além de estar matriculado e frequentando as aulas normalmente.

Além disso, só serão aceitas inscrições daqueles não contratados anteriormente pela empresa no mesmo regime da Lei de Aprendizagem.

Igualmente, aqueles que passaram por algum curso de aprendizagem de conteúdo programático similar ou idêntico ao proposto pelos Correios, não será selecionado.

Onde eu me inscrevo?

Se você está de acordo com tudo o que foi explicado aqui, vamos à parte mais fácil do programa: se inscrever.

Você pode conferir todo o edital clicando aqui ou indo direto na página da lista de concursos institucionais dos Correios clicando aqui.

Para se inscrever, será necessário criar uma conta na página de login, no link logo abaixo do campo de CPF que diz “Não tenho Cadastro”.

Basta ler e concordar com os termos de uso, preencher todo o formulário que vem a seguir e confirmar a sua inscrição. É gratuita.

Feito isso, você receberá notificações via e-mail, então fique atento. Mais detalhes sobre o Programa estarão na plataforma, então será necessário fazer seu login de tempos em tempos.

Prontinho. Agora você já está concorrendo à vaga!

Deixe um comentário