Consulta Calendário Bolsa Família 2020

Você quer saber mais sobre o calendário do Bolsa Família 2020 e ficar por dentro das datas atualizadas dos pagamentos? Beneficiários devem se atentar ao último dígito do NIS para saber a data de saque. 

Continue lendo este artigo para saber sobre o pagamento do benefício.

Calendário Bolsa Família

Se você já é beneficiário do Bolsa Família, pode encontrar o calendário disponível para consulta. Lembrando que o benefício é pago de forma gradual nos últimos dez dias úteis de cada mês. Em janeiro, os saques irão do dia 20 até o dia 31. Para saber o dia certo, a família precisa observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), que impresso no cartão.

Após identificá-lo, você deve observar no calendário do programa a data em que a família pode fazer o saque, mês a mês. Dessa forma, os beneficiários que possuem o cartão com NIS final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Enquanto aqueles com o final 2 podem resgatar o recurso no segundo dia, e assim sucessivamente.

É muito importante que as famílias verifiquem o novo calendário, disponibilizado pela Caixa Econômica Federal. As informações também estão disponíveis em agências, terminais de autoatendimento e unidades lotéricas.

Pela primeira vez, o Programa Bolsa Família irá pagar a 13ª parcela para aqueles que dependem do programa. Essa é uma maneira de valorizar e aperfeiçoar um processo de combate a fraudes, possibilidades reais para aqueles que precisam desse auxílio.

13º parcela Bolsa Família

Abaixo, segue o novo calendário para te auxiliar em relação a data para sacar o benefício. Tenha em mente que os valores das parcelas ficam liberados por 90 dias a partir da data oficial de retirada do benefício.

Em setembro de 2020, os pagamentos serão liberados. Verifique no seu cartão Bolsa Família o dígito do NIS (dígito impresso no cartão Bolsa da família) e se prepare para sacar seu dinheiro:

  • Final 1 –saque a partir do dia 17/09
  • Final 2 – saque a partir do dia 18/09
  • Final 3 – saque a partir do dia 21/09
  • Final 4 – saque a partir do dia 22/09
  • Final 5 – saque a partir do dia 23/09
  • Final 6 – saque a partir do dia 24/09
  • Final 7 – saque a partir do dia 25/09
  • Final 8 – saque a partir do dia 28/09
  • Final 9 – saque a partir do dia 29/09
  • Final 0 – saque a partir do dia 30/09

Caso você ainda não tenha recebido seu cartão Bolsa Família, mas teve a confirmação de que está participando do programa, basta comparecer a Caixa Econômica Federal com seu documento oficial (RG) e solicitar o saque do seu benefício.

Vale ressaltar que as famílias que não cumpriram compromissos de educação e saúde, poderão ser excluídas do programa. Também existe a opção de a família saia do programa voluntariamente, porém com a garantia de retornarem sem a necessidade de passarem por todo o processo de análise novamente.

O que é o Bolsa Família?

Em 2003 foi criado o Programa Bolsa Família com o objetivo de ajudar famílias brasileiras consideradas em situação de pobreza, extrema pobreza e vulneráveis. O programa busca garantir o direito à alimentação, à educação e à saúde. Hoje, são atendidas em torno de 13 milhões de famílias brasileiras.

Outro ponto de destaque é que são disponíveis vários tipos de benefícios, que dependem da situação da família. Sendo eles:

  • Básico, 
  • Variável, 
  • Variável até 15 anos, 
  • Variável à Gestante, 
  • Variável Nutriz, 
  • Variável Jovem, 
  • Superação de Extrema Pobreza, 
  • Abono Natalino.

Além de auxiliar no desenvolvimento familiar, o Bolsa Família também conta com linhas de crédito e empréstimos específicos para aqueles que utilizam deste benefício. Tudo com o objetivo de assistir as famílias a se desenvolver, ter uma vida digna e sair da faixa de pobreza e extrema pobreza.

Caso você tenha interesse na linha de crédito, é necessário conversar com o gerente da Caixa Econômica Federal e passar por avaliações para que o crédito seja liberado. Assim, será analisado qual o número de parcelas e valores em que o beneficiário poderá assumir.

Como participar

Ainda não está inscrito no Bolsa Família? Procure a Prefeitura da sua cidade, e efetue um cadastro. O próprio órgão do governo fará o acompanhamento e orientações. Mas antes, saiba que o governo considera que famílias em extrema pobreza corresponde a uma renda por mês de até R$89,00 por pessoa. São consideradas pobres, as famílias que têm uma renda mensal de R$89, 01 até 178,00 por pessoa.

Para participar do programa o seu cadastro deve estar atualizado a menos de 2 anos no setor de cadastro único. Uma vez selecionado pelo Programa Bolsa da Família, você receberá uma carta em sua residência.

Se a carta não chegar, procure o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) ou a própria Prefeitura ou procurar o atendimento Caixa ao Cidadão pelo telefone 0 800 726 02 07 (ligação gratuita)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.