Saque Aniversário FGTS: Cronograma de Pagamento

O Saque Aniversário FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – é uma das opções de recebimento de retroativos de contas ativas e inativas na Caixa Econômica Federal vinculadas ao FGTS.

Através dele, é possível retirar um valor tabelado – de acordo com o disponível e registrado em Carteira de Trabalho – no mês do aniversário do beneficiário.

No entanto, restrições existem e a modalidade não é tão popular quanto aparenta ser.

Por se tratar de um “saque aniversário”, este só pode ser realizado uma vez ao ano e apenas entre os dias 1 e 10 do mês vigente. Ou, pelo menos, era o divulgado.

Passado isso, o valor pode retornar ao saldo e ser disponibilizado mais uma vez apenas no ano que vem ou, ainda, passar por correção monetária e tabela de juros em caso de forçar recebimento.

Por isso, antes de considerar a modalidade, que tal te ajudarmos a entender como ela se popularizou e como, de fato, ela funciona?

Afinal, o saldo FGTS deve se tornar um complemento importante não só para quem está em crise, mas, quem busca receber o dinheiro que é seu por direito.

Entendendo o Saque Aniversário FGTS

FGTS: 530 mil trabalhadores vão receber R$ 896,4 milhões no 1º ...

Saque Aniversário FGTS: Cronograma de Pagamento (Foto: Reprodução Portal Contábeis)

Em meados de julho de 2019, a Caixa Econômica Federal surgiu com dois tipos de saque para movimentar saldos FGTS de contas ativas e inativas: o imediato e o aniversário.

Enquanto que no primeiro caso o valor poderia ser sacado a qualquer momento, uma vez ao ano, no valor máximo de R$998,00 (desde dezembro de 2019), o saque aniversário aniversário agiu como uma espécie de limitador.

Através dele, só teriam direito ao saque – também uma vez ao ano – beneficiários que contratassem a modalidade antes do mês de seus aniversários.

Entrado no mês vigente, estes deveriam escolher entre o dia 1 a 10 para a disponibilização do saque que, se não efetivado, voltaria para os retroativos do FGTS e só seria disponibilizado mais uma vez no ano seguinte.

Outra coisa importante a se considerar é também o valor disponível para saque.

Enquanto que no saque imediato o valor máximo chega a R$998,00, o saque aniversário respeita uma espécie de tabela e porcentagens em cima dela.

O que você recebe vai depender muito do que você tem disponível em conta e do quanto isso reflete dentro da tabela da Caixa.

Entretanto, apesar da modalidade ser um pouco restritiva, isso não a impediu de ter milhões de adeptos por todo o país.

Qual é a tabela do Saque Aniversário FGTS?

Como já deu para entender até aqui, o dinheiro que é sacado pelo saque aniversário FGTS segue uma espécie de tabela disponibilizada pela Caixa.

A ideia é usa-la para beneficiar um pouco mais as pessoas e compensa-las um pouco com juros dos retroativos. Como mostrado abaixo:

Limite das faixas de saldo (em R$) Alíquota Parcela Adicional (em R$)
Até 500,00 50,0%
De 500,01 até 1.000,00 40,0% 50,00
De 1.000,01 até 5.000,00 30,0% 150,00
De 5.000,01 até 10.000,00 20,0% 650,00
De 10000,01 até 15.000,00 15,0% 1150,00
De 15.000,01 até 20.000,00 10,0% 1.900,00
Acima de 20.000,01 5,0% 2.900,00

Saque Aniversário FGTS: Cronograma de Pagamento (Tabela: Reprodução da Caixa Econômica Federal)

Entendendo a Tabela

Pra quem não entendeu, a depender do valor que você queira sacar, é possível ganhar uma pequena porcentagem de alíquota ou, ainda, restringir o valor do saque.

Isto é: contas que tiverem mais de R$500,00 em saldo serão acrescidas de uma parcela fixa e o trabalhador poderá sacar um valor predeterminado.

Colocando em exemplo, segundo a tabela, se você tem R$1.000,00 numa conta FGTS, poderá sacar apenas 40% desse valor (R$400,00).

Sendo assim, você recebe um acréscimo de R$50,00 que será somado ao montante, fazendo o valor final virar R$450,00.

A coisa é um pouco confusa, mas, é esse o sistema que te mantém sacando essas parcelas todos os anos.

Por isso, antes de optar pelo saque aniversário, é sempre bom explorar suas opções e ficar a par de pequenos detalhes como esse.

Além disso, vale lembrar que se você tem uma conta ativa e foi demitido, se já fez o saque aniversário, não poderá faze-lo em cima dessa nova conta. Só ano que vem.

Esse processo fica “rígido” na sua conta por até 2 anos. Isto é: se você se arrepender e quiser voltar ao saque imediato, só depois de 2 anos.

Cronograma de Pagamentos

Esse ano, diferente do ano passado, o cronograma de pagamentos segue uma linha diferente.

A razão? O limite “mensal” do saque aniversário FGTS foi removido! Isto é: agora, você não tem só o mês do seu aniversário pra sacar, mas, até os próximos 2 meses subsequentes.

Dessa maneira, você não acaba prejudicado caso acabe esquecendo do prazo ou algo aconteça que o inviabilize.

Mas, fique sempre atento!

Afinal, vale lembrar que perder o prazo significa juros e correção monetária do seu saque. Por isso, não deixe pra depois o que você pode fazer hoje!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.