Salário de um Titular de Cartório

Quer saber qual é o salário de um titular de cartório? Primeiramente, os cartórios estão presentes em todos os cantos do Brasil. Uma vez que eles fazem parte da burocracia necessária que precisamos passar ao nascer, casar, comprar imóveis, comprovar autenticidade de documentos e, por último, registrar óbito.

Provavelmente, ao passar por um desses processos você já se perguntou quem administra essa estrutura e quanto ganha a pessoa que faz isso? Será que vale a pena ser o titular de um cartório?

Pois saiba que ser titular de cartório é um ótimo negócio no Brasil. Falamos isso, pois o salário para este tipo de função é altíssimo comparado com as remunerações em geral.

Lembrando ainda que a atividade de titular de cartório é variável, porém comumente bem remunerada. Além disso, a localização e tipo de serviço são as variantes que maximizam estes lucros.

De acordo com levantamentos, a média de faturamento anual de um cartório no Brasil foi de R$687 mil. O estado com a média mais alta foi o Distrito Federal, com faturamento anual médio de R$3,6 milhões.

O que sempre impressiona é que os cartórios com maior rentabilidade do país chegam a registrar esse faturamento na casa dos milhões por mês! Já pensou?

Continue a leitura para saber quanto ganha um titular de cartório.

Qual é o salário de um titular de cartório?

Titular de cartório é uma atividade muito bem remunerada. Isso acontece, claro, devido a responsabilidade que a função possui para a sociedade brasileira como é constituída pelas leis e seu regime jurídico.

Segundo dados da Receita Federal, a remuneração média de um titular de cartório no Brasil é de aproximadamente R$103 mil.

Porém, aqui vale um esclarecimento. A remuneração real do titular do cartório varia de acordo com o faturamento da unidade. Isso acontece pois com esse valor o titular administra o cartório e precisa pagar a infraestrutura, funcionários, insumos, impostos, entre outros.

Os pouco mais de 15 mil cartórios espalhados pelo país arrecadam, juntos, em média R$12 bilhões por ano. Em 2019, tiveram arrecadação recorde de R$15,9 bilhões, de acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Por isso, alguns responsáveis pelos cartórios recomendam cautela ao analisar estes valores. De acordo com eles, o número é puxado para cima por poucos cartórios campeões de faturamento e grande parte dos cartórios operam bem abaixo da linha da lucratividade.

Renda mínima de um titular de cartório

Para manter os cartórios menos lucrativos abertos nos locais onde o serviço é importante, alguns estados estipularam salários mínimos para os titulares, pagos por meio de fundos de arrecadação.

Veja agora a renda mínima aproximada de um titular de cartório em alguns estados:

  • São Paulo: 13 salários mínimos
  • Maranhão: R$6.000
  • Acre: 12 salários mínimos
  • Bahia: R$13.000
  • Alagoas: R$1.700
  • Goiás: 10 salários mínimos
  • Amazonas: R$10.000
  • Espírito Santo: R$1.000
  • Mato Grosso: 5 salários mínimos
  • Minas Gerais: R$3.200
  • Rondônia: R$11.000
  • Santa Catarina: R$2.000

Sendo assim, registros feitos gratuitamente, como de nascimento, óbito e casamento são ressarcidos aos cartórios pela maioria dos estados brasileiros.

Titular de cartório é servidor público?

De acordo com as leis brasileiras atuais, sim. A partir da Constituição Federal de 1988, quando existe uma vaga disponível para titular de cartório é necessário que o Poder Judiciário estadual faça um concurso público para a função.

Como você pode se tornar um titular de cartório?

Ainda que não existam no país titulares de cartório não concursados, quem quiser exercer essa atividade hoje em dia precisa passar em concurso público.

Além disso, os concursos públicos para titular de cartório acontecem em nível estadual. Para tentar uma concorrida vaga é preciso cumprir requisitos como: ser bacharel em Direito, ter nacionalidade brasileira, não ter antecedentes criminais e cíveis, ter aptidão física e mental para o exercício da função.

O que achou das dicas? Deixe seu comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.