Redação do Encceja – Dicas para dia da Prova

A redação do Encceja é a parte que mais dá nota na prova. Sendo assim, pode garantir sua aprovação de forma mais fácil. Por outro lado, a redação também pode te eliminar com muito mais facilidade caso você não preste atenção nos pontos principais.

Porém, a boa notícia é que mandar bem em seu texto é muito mais simples do que parece, uma vez que essa parte é a mais fácil de tirar uma boa nota.

Então, basta você se preparar um pouco e você conseguirá garantir pontos que são muito mais difíceis de conseguir nas questões de alternativa.

Por que a redação Encceja é tão importante?

Antes de mais nada, muitos candidatos subestimam essa parte da avaliação, e acabam sendo eliminados do ENCCEJA simplesmente por não estudar para a redação.

Isso porque muitos optam focar na prova e nas outras matérias, por ser mais fácil de estudar e demandar menos esforço. No entanto, esse é um erro comum, pois apesar de ser chato treinar redação e ficar escrevendo, essa é a melhor técnica para você.

Assim, se há uma coisa que você deve lembrar é que quanto mais estudar para a produção de texto do ENCCEJA, mais vai estar perto do tão sonhado diploma.

Que tipo de redação você deve escrever no ENCCEJA?

Primeiramente, todos os anos o ENCCEJA cobra o mesmo tipo de texto dos alunos: uma dissertação argumentativa.

Dessa maneira, na prova será cobrado de você um tema, geralmente sobre um problema atual e que assola nosso país, e você precisará dar uma solução para esse problema baseando-se nos seus conhecimentos de vida.

Entretanto, não basta simplesmente dizer o que fazer, mas sim argumentar por que sua solução é a melhor ou faz sentido especificamente para nosso país e em relação à questão apresentada.

Por exemplo: em 2019 o tema da redação ENCCEJA  foi A organização do tempo e o
acesso às redes sociais. Sendo  assim, a ideia era abrir a discussão sobre a compulsão das pessoas que ficam horas acessando a redes sociais e acabam prejudicando suas vidas.

Note que esse é um problema atual, pois com certeza você conhece alguém que não desgruda do celular. E a ideia dessa produção de texto era você oferecer uma opinião, uma solução e argumentar sobre como resolver ou diminuir problemas causados pelo vício nas redes sociais.

Outro nome dado para esse tipo de texto é artigo de opinião. Afinal, você precisa opinar (de forma mais disfarçada) sobre os temas que serão propostos.

Dica de como estruturar sua redação do ENCCEJA?

Em suma, uma dissertação argumentativa tem uma estrutura básica comum, que se seguida vai garantir uma boa nota para você. Confira:

1 – Introdução

Trata-se do começo do texto, quando você irá introduzir o tema e falar rapidamente sobre seus impactos na sociedade. Assim, a introdução não deve tomar muito o seu tempo, a ideia é simplesmente começar o texto mesmo.

2 – Problematização

Já aqui você deve começar a falar o problema em si. Ou seja, quem ele afeta, por que devemos prestar atenção, o que pode acontecer se ele não for solucionado, entre outros pontos.

Uma vez que, apesar de um problema parecer afetar a todos, a verdade é que ele pode assumir várias formas.

Ou seja, a ideia é você escolher só uma dessas questões e se manter nela durante todo o texto.

3 – Solução

Por sua vez, é nessa parte que você deve oferecer uma solução ao problema. Ainda que pareça muito complicado resolver problemas tão grandes, a verdade é que não importa muito o que você escolher, desde que faça sentido para nossa realidade.

Lembrando que você só não pode oferecer soluções que firam os direitos humanos ou coisas que são claramente impossíveis.

Sendo assim, ofereça uma solução simples, mas que seja possível. Podendo inclusive utilizar soluções propostas nos textos de base, desde que você não copie o texto deles.

4 – Argumentação

Definitivamente, essa é a parte mais importante da redação, pois aqui o corretor irá avaliar se você sabe argumentar a favor da sua solução.

Da mesma maneira, a ideia também não é ser algo complexo! Ou seja, você pode trazer uma argumentação simples mostrando casos anteriores que deram certo, políticas públicas similares (mas em outras áreas) ou simplesmente usar a lógica, caso dê.

Portanto, use os textos de base para te ajudar a incluir dados quantitativos e históricos em sua argumentação, isso ajuda muito a melhorar o nível da sua solução.

5 – Conclusão

Por fim, assim como na introdução, a ideia da conclusão simplesmente é encerrar o texto de formar sutil, pontuando sua solução e dando uma perspectiva de futuro. Além disso, não é necessário demorar muito nessa parte, só terminar o texto mesmo.

Como estudar para a redação ENCCEJA?

Em suma, a melhor forma de estudar para a redação do ENCCEJA é escrevendo muito! Isso porque você precisa se acostumar a organizar seu texto e a fazer ele caber em uma página, por isso é indispensável escrever seus textos à mão e com muita paciência.

Treine como se fosse o dia da avaliação, obedecendo as seguintes regras:

  • uma folha de rascunho,
  • folha oficial (para passar à limpo e à caneta),
  • limite de até 35 linhas,
  • e no máximo 1 hora para rascunhar e passar a limpo.

Então, o que você achou sobre a redação Encceja? Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.