Prótese Dentária – Como Funciona, Preços

Quer saber como funciona a Prótese dentária? Em suma, o valor do procedimento é uma das principais dúvidas quando o assunto é prótese. Uma vez que as próteses ou como popularmente é conhecida a dentadura, é um dispositivo feito para substituir os dentes quando ocorre perda dentária.

Além disso, elas são benéficas tanto para a estética, devolvendo o sorriso perfeito, quanto ajudam a devolver algumas funções de mastigação e fala que foram perdidas.

Então, continue lendo para conhecer o procedimento de prótese dentária, como funciona, suas indicações, quanto custa e quais os cuidados para quem utiliza.

Prótese dentaria: o que é?

Como já mencionamos, a prótese dentária possui a função de substituir os dentes perdidos, podendo ser removível ou fixa. Assim, o tipo irá depender da necessidade do paciente, podendo ser com a base de diferentes tipos de materiais, como porcelana, resina e zircônia.

Ainda que exija um tempo para serem aplicadas e para a adaptação nos pacientes, as próteses que estão sendo produzidas atualmente muito se assemelham com a estética natural dos dentes.

Por isso, sua utilização tem se tornado cada vez mais imperceptível para grande parte das pessoas.

Dessa maneira, ela proporciona mais conforto e melhora a qualidade daqueles que precisam usar a prótese. Isso porque o seu uso é motivo de incômodo e gera muito desconforto para muitas pessoas.

o que é a prótese dentaria

Como a prótese dentária funciona?

Definitivamente, as próteses dentárias possuem vários tipos, que são selecionados de acordo com as necessidades dos pacientes. Portanto, elas são feitas sob medida para cada caso em específico, a partir de moldes retirados da boca dos próprios pacientes.

A partir do molde, o dentista, em conjunto com um técnico especialista, desenvolve o dispositivo compatível com o paciente e atenda sua necessidade. Bem como, ele ainda é o responsável pela sua aplicação ou implantação.

Como é feita a aplicação da prótese?

Em suma, isso vai depender de qual o tipo de prótese será usado, os modelos de prótese parcial removível. Por exemplo, tendem a mais rápidos. Já em casos das próteses fixas, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica e um tempo maior de recuperação.

Para quais casos é indicado o uso de prótese dentária?

De maneira geral, ela pode ser indicada em casos de perda dentária total, de um ou mais dentes naturais. Assim, as causas para essa perda podem ser muitas. Confira:

Doenças periodontais

Primeiramente, estamos falando de doenças são aquelas doenças que podem comprometer a fixação dos dentes, um exemplo de doença periodontal é a gengivite e periodontite.

Sendo assim, elas são mais comuns em homens de 35 anos, mas podem acometer qualquer pessoa.

Nesse caso, para evitá-la, você deve cuidar muito bem de seus dentes e ter uma boa higiene bucal ao longo da vida. As consultas ao dentista devem acontecer frequentemente. No entanto, quanto mais você envelhece e os dentes enfraquecem, maior é a necessidade de se cuidar.

Já na fase da terceira idade, a perda dos dentes pode ser muito comum, principalmente aqueles que não realizam os devidos cuidados e precauções durante sua vida. Aqui entra a prótese, que pode melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, e diminuir o sofrimento com a perda.

Perda ou necessidade de restauração de dentes

Mais um motivo muito comum para a perda dentária são as quedas, fraturas e acidentes. Esses acontecimentos podem causar a perda do dente ou ainda somente a quebra dele.

Dentes extraídos

Além disso, a falta de cuidados com a higiene bucal pode facilitar os danos ao dente ou ainda prejudicar a saúde da gengiva, o que pode levar a necessidade de sua extração.

Portanto, quando não mantemos as escovações diárias ou não fazemos o acompanhamento regular com o dentista, podemos contribuir para que os dentes sejam danificados.

Isso significa que maus hábitos como o de fumar também podem colaborar para a perda dos dentes e uma possível extração.

Bem como uma má alimentação, como ingerir alimentos muito açucarados. Por exemplo, podem levar ao acúmulo de bactérias na boca, que são a causa de dentes corroídos, levando a problemas como cáries e deterioração dos dentes.

Esses problemas, se não forem devidamente tratados, podem ser a causa de extração. E a melhor forma de evitar que os dentes sejam extraídos por causa de sua deterioração, é fazendo a limpeza correta dos dentes e tendo uma alimentação balanceada.

Fique longe de alimentos ricos em amido e açúcar, eles também podem comprometer a saúde dos dentes. No entanto, você não precisa eliminar esses alimentos de forma definitiva de sua alimentação, apenas é preciso equilibrar sua dieta.

Doenças autoimunes

Por fim, mesmo depois de tomar os devidos cuidados com essas possíveis causas, você ainda pode sofrer de alguma doença autoimune que pode ser o motivo da queda de dentes tanto em adultos como em crianças.

No caso de doenças autoimunes, as células de defesa do organismo contribuem para as doenças bucais causadas por bactérias. Na infância, perdemos os dentes de leite, mas as doenças autoimunes podem ser uma das razões mais sérias para os outros dentes caírem.

Já na fase adulta a perda dos dentes pode ser mais grave, e as chances de uma doença ou distúrbio podem estar danificando a saúde bucal e causar problemas ainda maiores no futuro.

prótese dentaria cuidados

Prótese dentária preço, quanto custa a prótese?

Assim como em qualquer procedimento, o preço de uma prótese dentária irá depender de vários fatores. Por exemplo, como a região onde se está fazendo o procedimento, o lugar que você escolhe para fazer sua prótese e o tipo que você vai usar.

No entanto, basicamente as próteses custam em média de R$ 600 (seiscentos reais) a R$ 1.300 (mil e trezentos reais), no caso de próteses móveis, e as próteses fixas de R$ 1.300 (mil e trezentos reais) a R$ 1.600 (mil e seiscentos reais).

Além do preço, há outras informações que quem irá usar a prótese precisa saber, neste texto vamos trazer todas as informações que você precisa sobre a prótese dentária.

Então, o que achou sobre a prótese? Deixe aqui nos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.